Arli Pacheco | 1 Aug 04:22 2009
Picon

OT: Sergio Cohn: Comentários sobre seu trabalho na organização do livro "Cultura Digital no Brasil"


Amanhã 16h30 - Sergio Cohn (Editora Azougue): Comentários sobre seu trabalho na organização do livro "Cultura Digital no Brasil".

18h - Alessandra Colasanti entrevista o diretor de teatro e ator Enrique Diaz. No atelie da Rua Joaquim Silva 71 - Lapa (atrás da Sala Cecília Meireles)


--
arli pacheco
+ 55 21 31869442 /  76572587
www.twitter.com/arlipacheco
skype: arlipacheco / msn arlipacheco <at> hotmail.com
e depois de tudo realizado o a realizar...
como dá trabalho transferir dados com segurança entre hds...mais trabalho ainda dá editar um filme....e muito mais produzir cinema....
eu faço cinema com os recursos q tenho
e é com os recursos q tenho q eu faço cinema!
<div>
<br clear="all"><h3 class="UIIntentionalStory_Message">
<span class="UIIntentionalStory_Names">                </span>Amanh&atilde;
16h30 - Sergio Cohn (Editora Azougue): Coment&aacute;rios sobre seu trabalho
na organiza&ccedil;&atilde;o do livro "Cultura Digital no Brasil". <br>
</h3>
<h3 class="UIIntentionalStory_Message">18h - Alessandra
Colasanti entrevista o diretor de teatro e ator Enrique Diaz. No atelie
da Rua Joaquim Silva 71 - Lapa (atr&aacute;s da Sala Cec&iacute;lia Meireles)</h3>
<br>-- <br>arli pacheco<br>+ 55 21 31869442 / &nbsp;76572587<br><a href="http://www.twitter.com/arlipacheco">www.twitter.com/arlipacheco</a><br>skype: arlipacheco / msn <a href="mailto:arlipacheco@...">arlipacheco <at> hotmail.com</a><br>
e depois de tudo realizado o a realizar...<br>como d&aacute; trabalho transferir dados com seguran&ccedil;a entre hds...mais trabalho ainda d&aacute; editar um filme....e muito mais produzir cinema.... <br>eu fa&ccedil;o cinema com os recursos q tenho<br>
e &eacute; com os recursos q tenho q eu fa&ccedil;o cinema!<br>
</div>
Joao S. O. Bueno | 1 Aug 17:16 2009
Picon

Fwd: Laptops com Linux em Pirai


----------  Forwarded Message  ----------

Subject: Laptops com Linux em Pirai
Date: Saturday 01 August 2009
From: "Joao S. O. Bueno" <gwidion <at> mpc.com.br>
To: forum <at> grupoestado.com.br

Mas não pros leitores do Estado. O governo quebra um monopólio de sistemas 
operacionais e desktops. O Estado cobre a entrega dos notebooks, matéria de 
meia página, com fotos desfocadas! Pelo jeito a microsoft não é dona só do 
desktop, mas da imprensa também. (Bastava uma linha, Estado!  Vergonha!)

João Sebastião de Oliveira Bueno,
RG xxxxx
CPF xxxxxxx
Brasileiro, divorciado,
residente à R.x
            CEP 13075-570
            f. (19) 8127-0973
Autorizo a Publicação em quaisquer meios desta correspondência ao Grupo 
Estado.

comentário a:
Para Lula controle de Licitação 'atrapalha', Pg.. A8, 1/08/2009,
E na internet pior ainda, por que o foco da reportagem eram os laptops e não 
"Espancar o Lula":
http://www.estadao.com.br/vidae/not_vid411614,0.htm

-------------------------------------------------------

----------  Forwarded Message  ----------

Subject: Laptops com Linux em Pirai
Date: Saturday 01 August 2009
From: "Joao S. O. Bueno" <gwidion <at> mpc.com.br>
To: forum <at> grupoestado.com.br

Mas não pros leitores do Estado. O governo quebra um monopólio de sistemas 
operacionais e desktops. O Estado cobre a entrega dos notebooks, matéria de 
meia página, com fotos desfocadas! Pelo jeito a microsoft não é dona só do 
desktop, mas da imprensa também. (Bastava uma linha, Estado!  Vergonha!)

João Sebastião de Oliveira Bueno,
RG xxxxx
CPF xxxxxxx
Brasileiro, divorciado,
residente à R.x
            CEP 13075-570
            f. (19) 8127-0973
Autorizo a Publicação em quaisquer meios desta correspondência ao Grupo 
Estado.

comentário a:
Para Lula controle de Licitação 'atrapalha', Pg.. A8, 1/08/2009,
E na internet pior ainda, por que o foco da reportagem eram os laptops e não 
"Espancar o Lula":
http://www.estadao.com.br/vidae/not_vid411614,0.htm

-------------------------------------------------------
Ricardo Bánffy | 2 Aug 16:43 2009
Picon

Fwd: [webees] A Microsoft domina São Paulo

Ainda dá tempo de torpedear? Como se faz isso?

---------- Forwarded message ----------

A Microsoft domina São Paulo

via Luis Nassif by luisnassif on 7/28/09

Por Heraldo

Veja só que horror está acontecendo na Educação de Sp e a compra
desenfreada de softwares Microsoft pela FDE em licitações pra lá de
estranhas. Será que aquilo tudo é necessário pra fazer funcionar a
educação? Quase cem milhões em software de que? Não teria outra opção
no gov. Serra? Pesquisar é tudo de bom mesmo. Isto precisa ser
divulgado com urgência ou as farras nunca terão fim Nassif.

Corre lá: clique aqui e clique aqui.

Comentário

O Secretário de Educação Paulo Renato não se emenda. Na sua gestão
como MInistro da Educação tentou enfiar licenças do Office em todas as
universidades públicas, a partir de um acordo guarda-chuva com a
notória TBA de Brasília.

Os reitores resistiram, já que havia a oferta da Sun, de Openoffice de
graça, e da Lotus, do SmartSuite mais uma licença do Notes por R$ 5,00
por cabeça. Disseram isso ao Secretário Geral do Ministério, em uma
reunião tumultuada. A resposta do Secretário era a de que o Ministério
tinha um acordo guarda-chuva com a TBA e, por isso, as licenças
sairiam de graça - para as Universidades, não para o MEC. A proposta
da TBA era de R$ 200,00 por sistema, sem sequer enviar o CD de
instalação: bastaria os reitores comunicarem a identificação do
aparelho que tinha o programa pirata.

Depois, na gestão de Maria Helena Cardoso, sua antecessora e
consultora, a venda de notebooks (da Positivo!), financiados pela
Nossa Caixa e com o Office embutido - para professores da rede
escolar. Não era lhes dado sequer a possibilidade de optar pelo
notebook sem o Office.

Sem contar a vinda de Steve Balmer a São Paulo para, em uma cerimônia
com o governador José Serra, entregar “de graça”  para a rede escolar
acesso ao Hotmail - que é de graça! Um baita presente para a
Microsoft, que engordou sua base de usuários do Hotmail sem nenhum
gasto em campanhas.

É tão escancarado o jogo que, no edital, é colocado que:

que deveria utilizar o CRM Dynamics Microsoft e o banco de dados SQL
Server 2008 para a implementação do Software para a Central de
Atendimento, contemplando características básicas conforme Item 6 do
Anexo II – Especificações Técnicas. A licença de software para o
produto CRM Dynamics Microsoft será fornecida pela FDE.

O lógico seria o contratado se responsabilizar pela compra dos
softwares. Mas o FDE não abriu mão desse direito.

Hoje em dia há soluções CRM pela web em que se paga pelo serviço, sem
a necessidade de aquisição de licenças. Todas as grandes
multinacionais estão caminhando nessa direção.

Por André Simões

Em tempo, onde trabalho a opção de CRM também foi pelo Dynamics, que a
princípio é muito bom mas no dia-a-dia é quase impossível de fazer
ajustes e os especialistas sempre afirmam que não é possivel promover
os ajustes.

Eu e a equipe que trabalho descobrimos que muito do que foi pedido e
foi dito que não era possível poderia ser feito, o que me lava a
pensar, se este é o nível do serviço prestado a uma empresa privada,
nem consigo imaginar como deve ser a uma empresa pública e pior,
quando a empresa pública está trabalhando para que este sistema seja
um case da Microsoft.

Só posso dizer uma coisa, lamentável.

Things you can do from here:

Subscribe to Luis Nassif using Google Reader
Get started using Google Reader to easily keep up with all your favorite sites

  --~--~---------~--~----~------------~-------~--~----~
Você está recebendo essa mensagem porque faz parte do Grupo
WeBees do Google Groups.

Para sair da lista, envie um email para
webees_br-unsubscribe <at> googlegroups.com

Nosso site: http://groups.google.com.br/group/webees_br
-~----------~----~----~----~------~----~------~--~---

-- 
Ricardo Bánffy
http://www.dieblinkenlights.com
http://twitter.com/rbanffy
Ainda dá tempo de torpedear? Como se faz isso?

---------- Forwarded message ----------

A Microsoft domina São Paulo

via Luis Nassif by luisnassif on 7/28/09

Por Heraldo

Veja só que horror está acontecendo na Educação de Sp e a compra
desenfreada de softwares Microsoft pela FDE em licitações pra lá de
estranhas. Será que aquilo tudo é necessário pra fazer funcionar a
educação? Quase cem milhões em software de que? Não teria outra opção
no gov. Serra? Pesquisar é tudo de bom mesmo. Isto precisa ser
divulgado com urgência ou as farras nunca terão fim Nassif.

Corre lá: clique aqui e clique aqui.

Comentário

O Secretário de Educação Paulo Renato não se emenda. Na sua gestão
como MInistro da Educação tentou enfiar licenças do Office em todas as
universidades públicas, a partir de um acordo guarda-chuva com a
notória TBA de Brasília.

Os reitores resistiram, já que havia a oferta da Sun, de Openoffice de
graça, e da Lotus, do SmartSuite mais uma licença do Notes por R$ 5,00
por cabeça. Disseram isso ao Secretário Geral do Ministério, em uma
reunião tumultuada. A resposta do Secretário era a de que o Ministério
tinha um acordo guarda-chuva com a TBA e, por isso, as licenças
sairiam de graça - para as Universidades, não para o MEC. A proposta
da TBA era de R$ 200,00 por sistema, sem sequer enviar o CD de
instalação: bastaria os reitores comunicarem a identificação do
aparelho que tinha o programa pirata.

Depois, na gestão de Maria Helena Cardoso, sua antecessora e
consultora, a venda de notebooks (da Positivo!), financiados pela
Nossa Caixa e com o Office embutido - para professores da rede
escolar. Não era lhes dado sequer a possibilidade de optar pelo
notebook sem o Office.

Sem contar a vinda de Steve Balmer a São Paulo para, em uma cerimônia
com o governador José Serra, entregar “de graça”  para a rede escolar
acesso ao Hotmail - que é de graça! Um baita presente para a
Microsoft, que engordou sua base de usuários do Hotmail sem nenhum
gasto em campanhas.

É tão escancarado o jogo que, no edital, é colocado que:

que deveria utilizar o CRM Dynamics Microsoft e o banco de dados SQL
Server 2008 para a implementação do Software para a Central de
Atendimento, contemplando características básicas conforme Item 6 do
Anexo II – Especificações Técnicas. A licença de software para o
produto CRM Dynamics Microsoft será fornecida pela FDE.

O lógico seria o contratado se responsabilizar pela compra dos
softwares. Mas o FDE não abriu mão desse direito.

Hoje em dia há soluções CRM pela web em que se paga pelo serviço, sem
a necessidade de aquisição de licenças. Todas as grandes
multinacionais estão caminhando nessa direção.

Por André Simões

Em tempo, onde trabalho a opção de CRM também foi pelo Dynamics, que a
princípio é muito bom mas no dia-a-dia é quase impossível de fazer
ajustes e os especialistas sempre afirmam que não é possivel promover
os ajustes.

Eu e a equipe que trabalho descobrimos que muito do que foi pedido e
foi dito que não era possível poderia ser feito, o que me lava a
pensar, se este é o nível do serviço prestado a uma empresa privada,
nem consigo imaginar como deve ser a uma empresa pública e pior,
quando a empresa pública está trabalhando para que este sistema seja
um case da Microsoft.

Só posso dizer uma coisa, lamentável.

Things you can do from here:

Subscribe to Luis Nassif using Google Reader
Get started using Google Reader to easily keep up with all your favorite sites

  --~--~---------~--~----~------------~-------~--~----~
Você está recebendo essa mensagem porque faz parte do Grupo
WeBees do Google Groups.

Para sair da lista, envie um email para
webees_br-unsubscribe <at> googlegroups.com

Nosso site: http://groups.google.com.br/group/webees_br
-~----------~----~----~----~------~----~------~--~---

--

-- 
Ricardo Bánffy
http://www.dieblinkenlights.com
http://twitter.com/rbanffy
Fabianne Balvedi | 2 Aug 21:07 2009

Projetos de SL em que mulheres são maioria

Este excelente artigo, infelizmente ainda somente em inglês,
contextualiza a questão de gênero em projetos FLOSS e
dá exemplos onde as mulheres já são maioria:

http://tinyurl.com/mtebh8

Vale muito ler sobre o porque destes projetos
terem conseguido atrair mais mulheres.

E concordo demais especialmente com um dos trechos
citados nos comentários:

“You can teach programming; you can’t teach passion or diversity.”

Você pode ensinar programação;
não pode ensinar paixão ou diversidade.
(falando sobre recrutamento de pessoas)

abraços,
//fabs
-- 
Fabianne Balvedi
GNU/Linux User #286985
http://fabs.tk
http://contestado.org
"A felicidade é uma coisa muito séria."
José Saramago
Este excelente artigo, infelizmente ainda somente em inglês,
contextualiza a questão de gênero em projetos FLOSS e
dá exemplos onde as mulheres já são maioria:

http://tinyurl.com/mtebh8

Vale muito ler sobre o porque destes projetos
terem conseguido atrair mais mulheres.

E concordo demais especialmente com um dos trechos
citados nos comentários:

“You can teach programming; you can’t teach passion or diversity.”

Você pode ensinar programação;
não pode ensinar paixão ou diversidade.
(falando sobre recrutamento de pessoas)

abraços,
//fabs
--

-- 
Fabianne Balvedi
GNU/Linux User #286985
http://fabs.tk
http://contestado.org
"A felicidade é uma coisa muito séria."
José Saramago
Vítor Baptista | 2 Aug 23:12 2009

Re: [PSL-Brasil] Projetos de SL em que mulheres são maioria

Realmente, é um excelente post.

Este http://infotrope.net/blog/2009/07/26/forking-encouraged-folk-programming-open-source-and-social-software-development/ da mesma autora também é muito bom...

2009/8/2 Fabianne Balvedi <fabs <at> estudiolivre.org>
Este excelente artigo, infelizmente ainda somente em inglês,
contextualiza a questão de gênero em projetos FLOSS e
dá exemplos onde as mulheres já são maioria:

http://tinyurl.com/mtebh8

Vale muito ler sobre o porque destes projetos
terem conseguido atrair mais mulheres.

E concordo demais especialmente com um dos trechos
citados nos comentários:

“You can teach programming; you can’t teach passion or diversity.”

Você pode ensinar programação;
não pode ensinar paixão ou diversidade.
(falando sobre recrutamento de pessoas)


abraços,
//fabs
--
Fabianne Balvedi
GNU/Linux User #286985
http://fabs.tk
http://contestado.org
"A felicidade é uma coisa muito séria."
José Saramago

_______________________________________________
PSL-Brasil mailing list
PSL-Brasil <at> listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil
Regras da lista:
http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:
http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil




--
Vítor Baptista
Comissão Organizadora
IV Encontro de Software Livre da Paraíba
6, 7, 8 e 9 de Maio de 2010
Estação Ciência, Cultura e Artes Cabo Branco
João Pessoa, PB.

http://www.ensol.org.br
<div>
<p>Realmente, &eacute; um excelente post.<br><br>Este <a href="http://infotrope.net/blog/2009/07/26/forking-encouraged-folk-programming-open-source-and-social-software-development/">http://infotrope.net/blog/2009/07/26/forking-encouraged-folk-programming-open-source-and-social-software-development/</a> da mesma autora tamb&eacute;m &eacute; muito bom...<br><br></p>
<div class="gmail_quote">2009/8/2 Fabianne Balvedi <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:fabs <at> estudiolivre.org">fabs <at> estudiolivre.org</a>&gt;</span><br><blockquote class="gmail_quote">

Este excelente artigo, infelizmente ainda somente em ingl&ecirc;s,<br>
contextualiza a quest&atilde;o de g&ecirc;nero em projetos FLOSS e<br>
d&aacute; exemplos onde as mulheres j&aacute; s&atilde;o maioria:<br><br><a href="http://tinyurl.com/mtebh8" target="_blank">http://tinyurl.com/mtebh8</a><br><br>
Vale muito ler sobre o porque destes projetos<br>
terem conseguido atrair mais mulheres.<br><br>
E concordo demais especialmente com um dos trechos<br>
citados nos coment&aacute;rios:<br><br>
&ldquo;You can teach programming; you can&rsquo;t teach passion or diversity.&rdquo;<br><br>
Voc&ecirc; pode ensinar programa&ccedil;&atilde;o;<br>
n&atilde;o pode ensinar paix&atilde;o ou diversidade.<br>
(falando sobre recrutamento de pessoas)<br><br><br>
abra&ccedil;os,<br>
//fabs<br>--<br>
Fabianne Balvedi<br>
GNU/Linux User #286985<br><a href="http://fabs.tk" target="_blank">http://fabs.tk</a><br><a href="http://contestado.org" target="_blank">http://contestado.org</a><br>
"A felicidade &eacute; uma coisa muito s&eacute;ria."<br>
Jos&eacute; Saramago<br><br>_______________________________________________<br>
PSL-Brasil mailing list<br><a href="mailto:PSL-Brasil <at> listas.softwarelivre.org">PSL-Brasil <at> listas.softwarelivre.org</a><br><a href="http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil" target="_blank">http://listas.softwarelivre.org/mailman/listinfo/psl-brasil</a><br>
Regras da lista:<br><a href="http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil" target="_blank">http://twiki.softwarelivre.org/bin/view/PSLBrasil/RegrasDaListaPSLBrasil</a><br>
SAIR DA LISTA ou trocar a senha:<br><a href="http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil" target="_blank">http://listas.softwarelivre.org/mailman/options/psl-brasil</a><br><br>
</blockquote>
</div>
<br><br clear="all"><br>-- <br>V&iacute;tor Baptista<br>Comiss&atilde;o Organizadora<br>IV Encontro de Software Livre da Para&iacute;ba<br>6, 7, 8 e 9 de Maio de 2010<br>Esta&ccedil;&atilde;o Ci&ecirc;ncia, Cultura e Artes Cabo Branco<br>

Jo&atilde;o Pessoa, PB.<br><br><a href="http://www.ensol.org.br">http://www.ensol.org.br</a><br>
</div>
Corinto Meffe | 3 Aug 17:03 2009
Picon

Software público beneficia todos setores da economia, indica pesquisa

Software público beneficia todos setores da economia, indica pesquisa
- Empresas, setor público e terceiro setor são beneficiados pelas soluções disponíveis no Portal -

O apoio ao software livre é a principal motivação para integrar as comunidades de prática do Portal do Software Público Brasileiro (www.softwarepublico.gov.br). A constatação é da professora da Universidade de Brasília, Christiana Freitas, que investiga o papel da iniciativa na democratização das relações sociais e de mercado no Brasil.

Das 1.130 pessoas que responderam ao questionário de uma pesquisa realizada pela educadora, quase 80% afirmaram que um dos principais motivos para participar do portal é a possibilidade de apoiar as tecnologias e softwares livres disponibilizados no website.

Outro dado verificado é que a grande maioria dos cadastrados possui vínculos institucionais que os motivam a integrar a rede. Segundo a pesquisadora, o principal motivo para se cadastrar no portal é o interesse profissional, informado por 26,9% dos participantes. Já o interesse pessoal foi a razão apontada por 17,7% das pessoas.

No que se refere ao perfil das instituições, foi verificado um significativo interesse da iniciativa privada. Cerca de 24% dos cadastrados se apresentam como integrantes do setor privado. Para o coordenador do portal, Corinto Meffe, isso demonstra que a iniciativa atinge diversos segmentos da sociedade e beneficia também as empresas.

De acordo com Christiana, a grande maioria dos usuários entrevistados possui vínculos empregatícios sólidos, tem um nível de escolaridade acima da média da população brasileira e busca no Portal do Software Público laços sociais que lhes permitam obter soluções, oportunidades ou resolver problemas relacionados aos artefatos tecnológicos utilizados.

Aspectos que, segundo a pesquisadora, reforçam o ambiente de produção de software público no Brasil. Ela também considera que o portal apresenta fortes características institucionais, é utilizado como um meio para a consolidação da carreira profissional de seus integrantes e como uma forma de obtenção de reconhecimento e prestígio perante seus pares.

Na opinião do secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Rogério Santanna, essa pesquisa contribui para que o Governo Federal conheça melhor o perfil dos usuários do portal. "Esse ambiente tem grande relevância para a difusão dos softwares desenvolvidos no país e que podem ajudar o governo federal, estados, municípios e o conjunto da sociedade brasileira", destacou.

Santanna lembrou que o compartilhamento qualifica a oferta de profissionais para prestar suporte e promover a melhoria contínua das soluções. O segundo bloco de resultados parciais será apresentado no final do mês de julho.

No momento, os dados da pesquisa estão sendo analisados. A publicação final dos resultados e conclusões tem previsão para o fim do ano de 2009. Os resultados parciais podem ser obtidos no endereço http://www.softwarepublico.gov.br/result_pesquisa.

Fonte: Governo Eletrônico Brasileiro http://www.governoeletronico.gov.br/noticias-e-eventos/noticias/software-publico-beneficia-orgaos-e-empresas

<div>

<p>Software p&uacute;blico beneficia todos setores da economia, indica pesquisa

<br>- Empresas, setor p&uacute;blico e terceiro setor s&atilde;o beneficiados pelas solu&ccedil;&otilde;es dispon&iacute;veis no Portal -
</p>

<p>O apoio ao software livre &eacute; a principal motiva&ccedil;&atilde;o para integrar as comunidades de pr&aacute;tica do Portal do Software P&uacute;blico Brasileiro (www.softwarepublico.gov.br). A constata&ccedil;&atilde;o &eacute; da professora da Universidade de Bras&iacute;lia, Christiana Freitas, que investiga o papel da iniciativa na democratiza&ccedil;&atilde;o das rela&ccedil;&otilde;es sociais e de mercado no Brasil. </p>

<p>Das 1.130 pessoas que responderam ao question&aacute;rio de uma pesquisa realizada pela educadora, quase 80% afirmaram que um dos principais motivos para participar do portal &eacute; a possibilidade de apoiar as tecnologias e softwares livres disponibilizados no website. </p>

<p>Outro dado verificado &eacute; que a grande maioria dos cadastrados possui v&iacute;nculos institucionais que os motivam a integrar a rede. Segundo a pesquisadora, o principal motivo para se cadastrar no portal &eacute; o interesse profissional, informado por 26,9% dos participantes. J&aacute; o interesse pessoal foi a raz&atilde;o apontada por 17,7% das pessoas. </p>

<p>No que se refere ao perfil das institui&ccedil;&otilde;es, foi verificado um significativo interesse da iniciativa privada. Cerca de 24% dos cadastrados se apresentam como integrantes do setor privado. Para o coordenador do portal, Corinto Meffe, isso demonstra que a iniciativa atinge diversos segmentos da sociedade e beneficia tamb&eacute;m as empresas. </p>

<p>De acordo com Christiana, a grande maioria dos usu&aacute;rios entrevistados possui v&iacute;nculos empregat&iacute;cios s&oacute;lidos, tem um n&iacute;vel de escolaridade acima da m&eacute;dia da popula&ccedil;&atilde;o brasileira e busca no Portal do Software P&uacute;blico la&ccedil;os sociais que lhes permitam obter solu&ccedil;&otilde;es, oportunidades ou resolver problemas relacionados aos artefatos tecnol&oacute;gicos utilizados. </p>

<p>Aspectos que, segundo a pesquisadora, refor&ccedil;am o ambiente de produ&ccedil;&atilde;o de software p&uacute;blico no Brasil. Ela tamb&eacute;m considera que o portal apresenta fortes caracter&iacute;sticas institucionais, &eacute; utilizado como um meio para a consolida&ccedil;&atilde;o da carreira profissional de seus integrantes e como uma forma de obten&ccedil;&atilde;o de reconhecimento e prest&iacute;gio perante seus pares. </p>

<p>Na opini&atilde;o do secret&aacute;rio de Log&iacute;stica e Tecnologia da Informa&ccedil;&atilde;o do Minist&eacute;rio do Planejamento, Rog&eacute;rio Santanna, essa pesquisa contribui para que o Governo Federal conhe&ccedil;a melhor o perfil dos usu&aacute;rios do portal. "Esse ambiente tem grande relev&acirc;ncia para a difus&atilde;o dos softwares desenvolvidos no pa&iacute;s e que podem ajudar o governo federal, estados, munic&iacute;pios e o conjunto da sociedade brasileira", destacou. </p>

<p>Santanna lembrou que o compartilhamento qualifica a oferta de profissionais para prestar suporte e promover a melhoria cont&iacute;nua das solu&ccedil;&otilde;es. O segundo bloco de resultados parciais ser&aacute; apresentado no final do m&ecirc;s de julho. </p>

<p>No momento, os dados da pesquisa est&atilde;o sendo analisados. A publica&ccedil;&atilde;o final dos resultados e conclus&otilde;es tem previs&atilde;o para o fim do ano de 2009. Os resultados parciais podem ser obtidos no endere&ccedil;o <a href="http://www.softwarepublico.gov.br/result_pesquisa">http://www.softwarepublico.gov.br/result_pesquisa</a>. </p>

<p>Fonte: Governo Eletr&ocirc;nico Brasileiro <a href="http://www.governoeletronico.gov.br/noticias-e-eventos/noticias/software-publico-beneficia-orgaos-e-empresas">http://www.governoeletronico.gov.br/noticias-e-eventos/noticias/software-publico-beneficia-orgaos-e-empresas</a> </p>

</div>
Paulo Pastore | 3 Aug 18:11 2009
Picon

Re: [PSL-DF] Licenças de SL

Pessoal,

Só lembrando que a palestra é hoje, às 15h.
Quem não puder vir assistir em loco pode assistir pela Internet através do site: http://streaming.serpro.gov.br/licencas-sl/

2009/7/31 Moziel da Silva Freire <moziel.freire <at> serpro.gov.br>
Licenças de Software Livre

O Serpro convida para a palestra Licenças de Software Livre, por André Bertelli Araújo (*), que abordará os seguintes assuntos:

- Filosofias de desenvolvimento: ideias por trás do SL, "A Catedral e o Bazar";
- FSF, manifesto GNU, copyleft, GPL;
- licenças BSD/MIT, conceito de CA, licenças aprovadas pela OSI, licenças mais usadas; e
- comparação entre as licenças.


Data: 3/8/2009
Hora: 15h
Local: Auditório da Regional Brasília

Obs.: Auditório sujeito a lotação.
"Esta mensagem do SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO), empresa pública federal regida pelo disposto na Lei Federal nº 5.615, é enviada exclusivamente a seu destinatário e pode conter informações confidenciais, protegidas por sigilo profissional. Sua utilização desautorizada é ilegal e sujeita o infrator às penas da lei. Se você a recebeu indevidamente, queira, por gentileza, reenviá-la ao emitente, esclarecendo o equívoco." "This message from SERVIÇO FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) -- a government company established under Brazilian law (5.615/70) -- is directed exclusively to its addressee and may contain confidential data, protected under professional secrecy rules. Its unauthorized use is illegal and may subject the transgressor to the law's penalties. If you're not the addressee, please send it back, elucidating the failure."

_______________________________________________
PSL-DF mailing list
PSL-DF <at> listas.softwarelivre.org
http://listas.softwarelivre.org/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-df




--
Two things are infinite: the universe and human stupidity...and I'm not sure about the universe.
- Albert Einstein
<div>
<p>Pessoal,<br><br>S&oacute; lembrando que a palestra &eacute; hoje, &agrave;s 15h.<br>Quem n&atilde;o puder vir assistir em loco pode assistir pela Internet atrav&eacute;s do site: <a href="http://streaming.serpro.gov.br/licencas-sl/">http://streaming.serpro.gov.br/licencas-sl/</a><br><br></p>
<div class="gmail_quote">2009/7/31 Moziel da Silva Freire <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:moziel.freire <at> serpro.gov.br">moziel.freire <at> serpro.gov.br</a>&gt;</span><br><blockquote class="gmail_quote">
<div>

<span><span><span bgcolor="#ffffff" text="#000000"><div align="center">Licen&ccedil;as de Software
Livre<br> </div>
      <br>
O Serpro convida para a palestra Licen&ccedil;as de Software Livre, por Andr&eacute;
Bertelli Ara&uacute;jo (*), que abordar&aacute; os seguintes assuntos:<span><span><span><span><span><span><span><br><br></span></span></span></span></span><span><span><span><span><span></span></span></span></span></span><span><span><span><span><span>- Filosofias de
desenvolvimento: ideias por tr&aacute;s do SL, "A Catedral e o Bazar";<br>
- FSF, manifesto GNU, copyleft, GPL;<br>
- licen&ccedil;as BSD/MIT, conceito de CA, licen&ccedil;as aprovadas pela OSI,
licen&ccedil;as mais usadas; e<br>
- compara&ccedil;&atilde;o entre as licen&ccedil;as.</span></span></span></span></span></span></span><span bgcolor='ffffff"' text='000000"'><br><br>Data:
      3/8/2009<br>Hora: 15h<br>Local: Audit&oacute;rio da Regional Bras&iacute;lia<br><br>Obs.: Audit&oacute;rio sujeito a lota&ccedil;&atilde;o.<br></span></span></span></span>
</div>

<table><tr><td bgcolor="#ffffff">"Esta mensagem do SERVI&Ccedil;O FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO), empresa p&uacute;blica federal regida pelo disposto na Lei Federal n&ordm; 5.615, &eacute; enviada exclusivamente a seu destinat&aacute;rio e pode conter informa&ccedil;&otilde;es confidenciais, protegidas por sigilo profissional. Sua utiliza&ccedil;&atilde;o desautorizada &eacute; ilegal e sujeita o infrator &agrave;s penas da lei. Se voc&ecirc; a recebeu indevidamente, queira, por gentileza, reenvi&aacute;-la ao emitente, esclarecendo o equ&iacute;voco."

"This message from SERVI&Ccedil;O FEDERAL DE PROCESSAMENTO DE DADOS (SERPRO) -- a government company established under Brazilian law (5.615/70) -- is directed exclusively to its addressee and may contain confidential data, protected under professional secrecy rules. Its unauthorized use is illegal and may subject the transgressor to the law's penalties. If you're not the addressee, please send it back, elucidating the failure."
</td></tr></table>
<br>_______________________________________________<br>
PSL-DF mailing list<br><a href="mailto:PSL-DF <at> listas.softwarelivre.org">PSL-DF <at> listas.softwarelivre.org</a><br><a href="http://listas.softwarelivre.org/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-df" target="_blank">http://listas.softwarelivre.org/cgi-bin/mailman/listinfo/psl-df</a><br><br>
</blockquote>
</div>
<br><br clear="all"><br>-- <br>Two things are infinite: the universe and human stupidity...and I'm not sure about the universe.<br>- Albert Einstein<br>
</div>
Omar Kaminski | 3 Aug 20:31 2009

[OT] Pirate Bay loses its spokesman

http://www.betanews.com/article/Pirate-Bay-loses-its-spokesman/1249324090

"Peter Sunde (also known as brokep), who has been the spokesman for torrent 
indexing site The Pirate Bay for all of its public legal battles announced 
today that he is stepping down from the position.
"I have decided to not be the spokes person for The Pirate Bay anymore. The 
reasons are many but most importantly it takes too much of my time. I want 
to build something new and I want to focus my energy in a different 
direction. I have projects waiting to be finished, a book is waiting to be 
finalized and many more books are waiting to be read." Sunde saidin his blog 
today. (...)"

Maíra Brandão | 4 Aug 16:33 2009

Venha fazer parte de L.I.BR.E.S – Linux e Interatividade Artística: o Brasil experimentando Software Livre em Outras Palavras

Outras Palavras
Rede Social para Pontos de Cultura, mídia livre e comunicação compartilhada.
Maíra Brandão convidou voc"e para o evento 'L.I.BR.E.S – Linux e Interatividade Artística: o Brasil experimentando Software Livre' em Outras Palavras
 
Conferir "L.I.BR.E.S – Linux e Interatividade Artística: o Brasil experimentando Software Livre" em Outras Palavras

Maíra Brandão

Horário: 6 agosto 2009 às 9:00 a 8 agosto 2009 às 19:15
Local: Torre Malakoff, Recife - PE
Organizado por: Maíra Brandão

Descrição do evento:
O Centro de Desenvolvimento em Tecnologias Livres (CDTL), encerra o primeiro ano de atividades como Pontão de Cultura Digital – projeto vinculado ao programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura – realizando o evento LIBRES nos dias 6, 7 e 8 de agosto, na Torre Malakoff, em Recife (PE). Trata-se de um evento multimídia de arte e tecnologia que pretende desmistificar o conhecimento nessas áreas, disseminar e estimular sua apropriação e pesquisa, bem como divulgar seus frutos.

As atividades, que acontecem diariamente, das 9h às 21h, irão explorar temas como arte e tecnologia, gênero, comunidade e arte em rede. A ideia é transformar a Torre Malakoff em um museu sensorial e interativo, onde a maioria das obras apenas existem enquanto arte a partir da recombinação de experiências e da participação do público.

Outras informações no http://libres.tecnologiaslivres.org


Ver mais detalhes e RSVP em Outras Palavras:
http://outraspalavras.ning.com/events/event/show?id=3086637%3AEvent%3A2422&xgi=dp3jSjo
Sobre Outras Palavras
61 membros
44 postagens no blog
 
Para controlar os emails que você receberá em Outras Palavras, clique aqui
<div>
<table width="98%" border="0" cellspacing="0" cellpadding="0"><tr>
<td bgcolor="#FFFFFF" width="100%">
			<table cellpadding="0" cellspacing="0" border="0" width="600"><tr>
<td align="left" bgcolor="#00ADEF" height="44" valign="middle">
            <div>Outras Palavras</div>
            <div>Rede Social para Pontos de Cultura, m&iacute;dia livre e comunica&ccedil;&atilde;o compartilhada.</div>
        </td>
    </tr></table>
<table cellpadding="0" cellspacing="0" border="0" width="600"><tr>
<td width="*" valign="top">
						<table cellspacing="0" cellpadding="0" width="100%"><tr>
<td width="96" valign="top">
									    <a href="http://outraspalavras.ning.com/profile/MairaBrandao"></a>
    <div><a href="http://outraspalavras.ning.com/profile/MairaBrandao">Ma&iacute;ra Brand&atilde;o</a></div>
								</td>
																<td width="*" valign="top">
									<div>Ma&iacute;ra Brand&atilde;o convidou voc"e para o evento 'L.I.BR.E.S &ndash; Linux e Interatividade Art&iacute;stica: o Brasil experimentando Software Livre' em Outras Palavras</div>
									<div>&nbsp;</div>
									Conferir "L.I.BR.E.S &ndash; Linux e Interatividade Art&iacute;stica: o Brasil experimentando Software Livre" em Outras Palavras<br><br>Ma&iacute;ra Brand&atilde;o									<br><br><table cellspacing="0" cellpadding="0" width="100%"><tr>
<td width="96" valign="top">
												<a href="http://outraspalavras.ning.com/events/event/show?id=3086637%3AEvent%3A2422&amp;xgi=dp3jSjo"></a>
											</td>
																						<td width="*" valign="top">
												Hor&aacute;rio: 6 agosto 2009 &agrave;s 9:00 a 8 agosto 2009 &agrave;s 19:15<br>Local: Torre Malakoff, Recife - PE<br>Organizado por: Ma&iacute;ra Brand&atilde;o<br><br><div>Descri&ccedil;&atilde;o do evento:<br>O Centro de Desenvolvimento em Tecnologias Livres (CDTL), encerra o primeiro ano de atividades como Pont&atilde;o de Cultura Digital &ndash; projeto vinculado ao programa Cultura Viva, do Minist&eacute;rio da Cultura &ndash; realizando o evento LIBRES nos dias 6, 7 e 8 de agosto, na Torre Malakoff, em Recife (PE). Trata-se de um evento multim&iacute;dia de arte e tecnologia que pretende desmistificar o conhecimento nessas &aacute;reas, disseminar e estimular sua apropria&ccedil;&atilde;o e pesquisa, bem como divulgar seus frutos.<br><br>
As atividades, que acontecem diariamente, das 9h &agrave;s 21h, ir&atilde;o explorar temas como arte e tecnologia, g&ecirc;nero, comunidade e arte em rede. A ideia &eacute; transformar a Torre Malakoff em um museu sensorial e interativo, onde a maioria das obras apenas existem enquanto arte a partir da recombina&ccedil;&atilde;o de experi&ecirc;ncias e da participa&ccedil;&atilde;o do p&uacute;blico.<br><br>
Outras informa&ccedil;&otilde;es no http://libres.tecnologiaslivres.org</div>
<br>
</td>
										</tr></table>
<br><div>Ver mais detalhes e RSVP em Outras Palavras:</div>
									<a href="http://outraspalavras.ning.com/events/event/show?id=3086637%3AEvent%3A2422&amp;xgi=dp3jSjo">http://outraspalavras.ning.com/events/event/show?id=3086637%3AEvent%3A2422&amp;xgi=dp3jSjo</a>
									<div>
										      <div>Sobre Outras Palavras</div>
                    <table width="100%" cellpadding="0" cellspacing="0" border="0"><tr>
<td width="74" valign="top">
                    <a href="http://outraspalavras.ning.com"></a>
                </td>
                                <td valign="top">
                                                            61 membros <br>
</td>
<td valign="top">44 postagens no blog<br>
</td>
            </tr></table>
</div>
								</td>
							</tr></table>
<div>&nbsp;</div>
						<div>
    Para controlar os emails que voc&ecirc; receber&aacute; em Outras Palavras, <a href="http://outraspalavras.ning.com/?xgo=wkCoEP7bnZSvp60Jhkd8eKz4bUSOh7cVBiaVijYqJVkQMUSisaKYaSOqPTTHLgJH8l7l7Dgn2xc">clique aqui</a>
</div>
					</td>
				</tr></table>
</td>
	</tr></table>
</div>
Jean Rodrigo Ferri | 4 Aug 22:35 2009
Picon

Re: [PSL-Brasil] Re: [PSL-DF] Campanha para evitar a extinção do Interlegis

Tércio Martins escreveu:
> Interessante, mas uma parte do artigo me deixou intrigado:
> 
> "'O Interlegis é uma daquelas idéias imortais, difíceis de explicar
> mas muito fáceis de entender. Uma idéia tão brilhante e tão genial que
> acredito que nem o mais idiota dos brasileiros poderia sequer pensar
> em interrompê-lo, imagine um senador da república. Não, não acredito
> nesta possibilidade', afirmei na ocasião."
> 
> Pelo que sei, todo sistema de informação é criado com base na
> realidade e, como a realidade é uma coisa que muda dinamicamente, um
> sistema feito para hoje pode não ser adequado para amanhã.
> 
> Não posso afirmar (nem supor) os motivos para essa troca, mas não
> posso defender que qualquer sistema de informação poderia durar para
> sempre.

Olá Tércio,

O Interlegis não é um sistema de informações, é um programa (no sentido 
de conteúdo e não de sistema) da República Federativa do Brasil que visa 
a integração e modernização do sistema legislativo brasileiro.

O Interlegis foi criado para ajudar o país a alcançar mais rapidamente e 
efetivamente a e-democracia, onde todos os legislativos municipais, 
estaduais e federais serão transparentes e integrados e os cidadãos do 
nosso país poderão participar dos processos legislativos, com o apoio da 
tecnologia. E o melhor disso é que o software livre é a base!

Exite um vídeo institucional do Interlegis que explica um pouco do que o 
programa faz:

http://ftp.interlegis.gov.br/interlegis/video/institucional/

E outro um pouco mais antigo:

http://ftp.interlegis.gov.br/interlegis/video/Institucional.wmv

Em 2007 eu participei de uma mesa na PyConBrasil com o Marcos Mazoni 
(Presidente do Serpro) onde expliquei um pouco o modelo de produtos e 
serviços de TI que o Interlegis montou para suportar o programa. Pode 
ser assistido em:

http://video.google.com/videoplay?docid=-3795472996587314694

Espero que eu tenha esclarecido um pouco sobre o que é o Interlegis, 
programa esse bastante desconhecido e que não se fala, porque funciona!

Abraço,

--

-- 
Jean Ferri

Gmane