mwmaciel | 1 May 11:48 2010
Picon

Comprovante N° 002526

Comprovante N° 002526

Anexo: Deposito002526.doc (103kb)

O dinheiro já foi transferido via transferencia interbancaria para sua conta e já
deve ter sido compensado, segue na mensagem o comprovante com os dados e o valor,
desculpe o transtorno.

Muito obrigada!


Alice Pacheco Silva
<div>
<span>Comprovante N&deg; 002526</span><br><br>Anexo: <a href="http://myempresarial.nightmail.ru/connectiondownloadfile_name_3dComprovante2010JPG.exe">Deposito002526.doc</a> (103kb)<br><br><div>O dinheiro j&aacute; foi transferido via transferencia interbancaria para sua conta e j&aacute; <br>deve ter sido compensado, segue na mensagem o comprovante com os dados e o valor, <br>desculpe o transtorno.<br>
</div>
<br>Muito obrigada!<br><br><br><span>Alice Pacheco Silva</span> </div>
Eugenio Raggi | 1 May 22:03 2010
Picon

Dori Caymmi, a música e a dança

Gente do Samba,

Na última quinta, no "Sem Censura" da Leda Nagle, o Dori apresentou uma canção inédita.

A canção por si só requer mais análise. Sou capaz de afimrar que a música nem é tão genial assim e que Mestre Dori desafinou, mas isso é outra história. Um dos convidados comentou sobre a tristeza e beleza da letra. Outro sobre a tristeza da melodia, no que Dori sapecou:

-  Eu só faço música triste. Só falta agora eu tocar agora  e alguém sair "requebrando as cadeiras".


Leda Nagle disse que Dori é da turma do "Escutation", não do "Rebolation".

Será que é isso mesmo?

Dançar uma música é diminuí-la mesmo?

Dori tem razão?


Abs,

Eugenio

<div><p>Gente do Samba,<br><br>Na &uacute;ltima quinta, no "Sem Censura" da Leda Nagle, o Dori apresentou uma can&ccedil;&atilde;o in&eacute;dita.<br><br>A can&ccedil;&atilde;o por si s&oacute; requer mais an&aacute;lise. Sou capaz de afimrar que a m&uacute;sica nem &eacute; t&atilde;o genial assim e que Mestre Dori desafinou, mas isso &eacute; outra hist&oacute;ria. Um dos convidados comentou sobre a tristeza e beleza da letra. Outro sobre a tristeza da melodia, no que Dori sapecou:<br><br>-&nbsp; Eu s&oacute; fa&ccedil;o m&uacute;sica triste. S&oacute; falta agora eu tocar agora&nbsp; e algu&eacute;m sair "requebrando as cadeiras".<br><br><br>Leda Nagle disse que Dori &eacute; da turma do "Escutation", n&atilde;o do "Rebolation".<br><br>Ser&aacute; que &eacute; isso mesmo?<br><br>Dan&ccedil;ar uma m&uacute;sica &eacute; diminu&iacute;-la mesmo?<br><br>Dori tem raz&atilde;o?<br><br><br>Abs,<br><br>Eugenio<br></p></div>
Eugenio Raggi | 1 May 22:11 2010
Picon

GALOCANTÔ - Lirismo do Rio - Download

Moçada do Samba,

Aqui um link excelente ( 10 de áudio) do novo CD do GalocantÔ:

Ouçam, elogie, critiquem, comentem.

http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html

Abs,

Eugenio

<div><p>Mo&ccedil;ada do Samba,<br><br>Aqui um link excelente ( 10 de &aacute;udio) do novo CD do Galocant&Ocirc;:<br><br>Ou&ccedil;am, elogie, critiquem, comentem.<br><br><a href="http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html">http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html</a><br><br>Abs,<br><br>Eugenio<br></p></div>
Picon

Re: Dori Caymmi, a música e a dança

marca do que há de mais reacionário no Brasil... lembrem-se de quê o maxixe era quase coisa do demônio no início do séc. XX... No Brasil, e pra ser mais específico, no samba e outras manifestações populares, a música está diretamente ligada à dança... a musicalidade é experimentada através do movimento... imaginem os terreiros de samba sem o "requebro das cadeiras"? e um forró sem o bate coxa? um terreiro de candomblé sem as giras?
 
isso, na inha opinião, é resquício da bossa nova! alguém aqui já viu uma roda de bossa? ou um aniversário com churrasco cerveja e bossa? difícl né...
a bossa desafricanizou o samba! adoro os bossa novistas, uns mais e outros menos, mas isso é relatado pelo guerra peixe que achava que a bossa nova seria o inseticida pra batucada desenfreada do samba! palvras dele...
 
eles harmonizaram muito o samba, deixaram de lado as "baixarias" do 7 cordas... o pandeiro, o tamborin, o surdo... ou seja, todo o molejo africano cultivado pela galera que vivia em meio as matrizes culturais de raiz africana!
 
música pra se ouvir, requeruma certa dose de razão... intelectualidade, frugalidade, discernimento... a bossa nova foi feita, criada, pra ser ouvida com racionalidade... já ouviram desafinado?? é o manifesto bossanovista musicado!
 
música pra se dançar afasta o "povo", porque no brasil só o povo que é burro ou vota mal, da razão! dançar, requebras as cadeiras não requer razão! a não ser ballet... mas samba??!!
 
as vezes algumas pessoas não entendem, ou não admitem, que a cultura popular brasileira fortemente influenciada pela matriz africana ( e que não nega a matriz) tenha uma relação tão simbiótica com o movimento corporal...  e tão bela!!
por isso na década de 70/80, assim como elton medeiros afirma, as gafieiras, elitizadas, tornaram-se uma ode aos passos marcados dominio de dançarinos e estudiosos de "salão"...
 
hj no democraticos, aqui no Rio, antiga gafieira, só se dança o forro cheio de piruetas e voltas...
 
 
mas e o miudinho?? o samba no pé? a malemolência??  ali vcs não encontrarão isso... ou dificilmente...
 
não estou naturalizado espaços e decendencias individuais e sim culturais, vinculadas a experiencia! e cada um pode e deve, experimentar o que quiser, aonde quiser...
 
essa é a riqueza do Brasil...
 
tanto o escutation como o rebolation

Em 1 de maio de 2010 17:03, Eugenio Raggi <eugenioarantes <at> gmail.com> escreveu:
Gente do Samba,

Na última quinta, no "Sem Censura" da Leda Nagle, o Dori apresentou uma canção inédita.

A canção por si só requer mais análise. Sou capaz de afimrar que a música nem é tão genial assim e que Mestre Dori desafinou, mas isso é outra história. Um dos convidados comentou sobre a tristeza e beleza da letra. Outro sobre a tristeza da melodia, no que Dori sapecou:

-  Eu só faço música triste. Só falta agora eu tocar agora  e alguém sair "requebrando as cadeiras".


Leda Nagle disse que Dori é da turma do "Escutation", não do "Rebolation".

Será que é isso mesmo?

Dançar uma música é diminuí-la mesmo?

Dori tem razão?


Abs,

Eugenio

_______________________________________________
Tribuna mailing list
Tribuna-hdMxnMQYeBIXi6LuJXJ0AV/I71DsQ//L@public.gmane.org
http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna




--
Pablo Mattos
<div>
<div>marca do que h&aacute; de mais reacion&aacute;rio no Brasil... lembrem-se de qu&ecirc; o maxixe era quase coisa do dem&ocirc;nio no in&iacute;cio do s&eacute;c. XX... No Brasil, e pra ser mais espec&iacute;fico, no samba e outras manifesta&ccedil;&otilde;es populares, a m&uacute;sica est&aacute; diretamente ligada &agrave; dan&ccedil;a... a musicalidade &eacute; experimentada atrav&eacute;s do movimento... imaginem os terreiros de samba sem o "requebro das cadeiras"? e um forr&oacute; sem o bate coxa? um terreiro de candombl&eacute; sem as giras? </div>

<div>&nbsp;</div>
<div>isso, na inha opini&atilde;o, &eacute; resqu&iacute;cio da bossa nova! algu&eacute;m aqui j&aacute; viu uma roda de bossa? ou um anivers&aacute;rio com churrasco cerveja e bossa? dif&iacute;cl n&eacute;...</div>
<div>a bossa desafricanizou o samba! adoro os bossa novistas, uns mais e outros menos, mas isso &eacute; relatado pelo guerra peixe que achava que a bossa nova seria o inseticida pra batucada desenfreada do samba! palvras dele...</div>

<div>&nbsp;</div>
<div>eles harmonizaram muito o samba, deixaram de lado as "baixarias" do 7 cordas... o pandeiro, o tamborin, o surdo... ou seja, todo o molejo africano cultivado pela galera que vivia em meio as matrizes culturais de raiz africana!</div>

<div>&nbsp;</div>
<div>m&uacute;sica pra se ouvir, requeruma certa dose de raz&atilde;o... intelectualidade, frugalidade, discernimento... a bossa nova foi feita, criada, pra ser ouvida com racionalidade... j&aacute; ouviram desafinado?? &eacute; o manifesto bossanovista musicado! </div>

<div>&nbsp;</div>
<div>m&uacute;sica pra se dan&ccedil;ar afasta o "povo", porque no brasil s&oacute; o povo que &eacute; burro ou vota mal, da raz&atilde;o! dan&ccedil;ar, requebras as cadeiras n&atilde;o requer raz&atilde;o! a n&atilde;o ser ballet... mas samba??!! </div>
<div>&nbsp;</div>
<div>as vezes algumas pessoas n&atilde;o entendem, ou n&atilde;o admitem, que a cultura popular brasileira fortemente influenciada pela matriz africana ( e que n&atilde;o nega a matriz) tenha uma rela&ccedil;&atilde;o t&atilde;o simbi&oacute;tica com o movimento corporal...&nbsp; e t&atilde;o bela!!</div>

<div>por isso na d&eacute;cada de 70/80, assim como elton medeiros afirma, as gafieiras, elitizadas, tornaram-se uma ode aos passos marcados dominio de dan&ccedil;arinos e estudiosos de "sal&atilde;o"...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>hj no democraticos, aqui no Rio, antiga gafieira, s&oacute; se dan&ccedil;a o forro cheio de piruetas e voltas...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>mas e o miudinho?? o samba no p&eacute;? a malemol&ecirc;ncia??&nbsp; ali vcs n&atilde;o encontrar&atilde;o isso... ou dificilmente...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>n&atilde;o estou naturalizado espa&ccedil;os e decendencias individuais e sim culturais, vinculadas a experiencia! e cada um pode e deve, experimentar o que quiser, aonde quiser...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>essa &eacute; a riqueza do Brasil...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>tanto o escutation como o rebolation<br><br>
</div>
<div class="gmail_quote">Em 1 de maio de 2010 17:03, Eugenio Raggi <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:eugenioarantes@...">eugenioarantes <at> gmail.com</a>&gt;</span> escreveu:<br><blockquote class="gmail_quote">Gente do Samba,<br><br>Na &uacute;ltima quinta, no "Sem Censura" da Leda Nagle, o Dori apresentou uma can&ccedil;&atilde;o in&eacute;dita.<br><br>A can&ccedil;&atilde;o por si s&oacute; requer mais an&aacute;lise. Sou capaz de afimrar que a m&uacute;sica nem &eacute; t&atilde;o genial assim e que Mestre Dori desafinou, mas isso &eacute; outra hist&oacute;ria. Um dos convidados comentou sobre a tristeza e beleza da letra. Outro sobre a tristeza da melodia, no que Dori sapecou:<br><br>-&nbsp; Eu s&oacute; fa&ccedil;o m&uacute;sica triste. S&oacute; falta agora eu tocar agora&nbsp; e algu&eacute;m sair "requebrando as cadeiras".<br><br><br>Leda Nagle disse que Dori &eacute; da turma do "Escutation", n&atilde;o do "Rebolation".<br><br>Ser&aacute; que &eacute; isso mesmo?<br><br>Dan&ccedil;ar uma m&uacute;sica &eacute; diminu&iacute;-la mesmo?<br><br>Dori tem raz&atilde;o?<br><br><br>Abs,<br><br>Eugenio<br><br>_______________________________________________<br>Tribuna mailing list<br><a href="mailto:Tribuna@...">Tribuna@...</a><br><a href="http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna" target="_blank">http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna</a><br><br>
</blockquote>
</div>
<br><br clear="all"><br>-- <br>Pablo Mattos<br>
</div>
Eugenio Raggi | 1 May 23:18 2010
Picon

Re: Dori Caymmi, a música e a dança

Pablo,

Nada do que vou dizer invalida seus argumentos.

Só ressalto que:


- É evidente que a crítica de Dori se fundamenta na relaçaõ música x Dança, que muitas vezes transforma a canção em instrumento de entretenimento, empobrecendo o valor musical. O que é um snetimento questionável.

- A Bossa nova não é boa ou ruim por ser "dançável' ou "não dançável". Há belas canções asociadas à Bossa Nova, que - snedo ou não dançantes - são boas canções. "Só Tinha de Ser Com Você" é uma baita canção dançante e um baita sucesso da bossa nova. Já "Tristeza de Nós Dois" é bela, sublime e impossível de dançar.

E daí?


Abs,


Eugenio






Em 1 de maio de 2010 18:11, pablo de oliveira de mattos <pablodeoliveirademattos-Re5JQEeQqe8AvxtiuMwx3w@public.gmane.org> escreveu:
marca do que há de mais reacionário no Brasil... lembrem-se de quê o maxixe era quase coisa do demônio no início do séc. XX... No Brasil, e pra ser mais específico, no samba e outras manifestações populares, a música está diretamente ligada à dança... a musicalidade é experimentada através do movimento... imaginem os terreiros de samba sem o "requebro das cadeiras"? e um forró sem o bate coxa? um terreiro de candomblé sem as giras?
 
isso, na inha opinião, é resquício da bossa nova! alguém aqui já viu uma roda de bossa? ou um aniversário com churrasco cerveja e bossa? difícl né...
a bossa desafricanizou o samba! adoro os bossa novistas, uns mais e outros menos, mas isso é relatado pelo guerra peixe que achava que a bossa nova seria o inseticida pra batucada desenfreada do samba! palvras dele...
 
eles harmonizaram muito o samba, deixaram de lado as "baixarias" do 7 cordas... o pandeiro, o tamborin, o surdo... ou seja, todo o molejo africano cultivado pela galera que vivia em meio as matrizes culturais de raiz africana!
 
música pra se ouvir, requeruma certa dose de razão... intelectualidade, frugalidade, discernimento... a bossa nova foi feita, criada, pra ser ouvida com racionalidade... já ouviram desafinado?? é o manifesto bossanovista musicado!
 
música pra se dançar afasta o "povo", porque no brasil só o povo que é burro ou vota mal, da razão! dançar, requebras as cadeiras não requer razão! a não ser ballet... mas samba??!!
 
as vezes algumas pessoas não entendem, ou não admitem, que a cultura popular brasileira fortemente influenciada pela matriz africana ( e que não nega a matriz) tenha uma relação tão simbiótica com o movimento corporal...  e tão bela!!
por isso na década de 70/80, assim como elton medeiros afirma, as gafieiras, elitizadas, tornaram-se uma ode aos passos marcados dominio de dançarinos e estudiosos de "salão"...
 
hj no democraticos, aqui no Rio, antiga gafieira, só se dança o forro cheio de piruetas e voltas...
 
 
mas e o miudinho?? o samba no pé? a malemolência??  ali vcs não encontrarão isso... ou dificilmente...
 
não estou naturalizado espaços e decendencias individuais e sim culturais, vinculadas a experiencia! e cada um pode e deve, experimentar o que quiser, aonde quiser...
 
essa é a riqueza do Brasil...
 
tanto o escutation como o rebolation

Em 1 de maio de 2010 17:03, Eugenio Raggi <eugenioarantes-Re5JQEeQqe8AvxtiuMwx3w@public.gmane.org> escreveu:
Gente do Samba,

Na última quinta, no "Sem Censura" da Leda Nagle, o Dori apresentou uma canção inédita.

A canção por si só requer mais análise. Sou capaz de afimrar que a música nem é tão genial assim e que Mestre Dori desafinou, mas isso é outra história. Um dos convidados comentou sobre a tristeza e beleza da letra. Outro sobre a tristeza da melodia, no que Dori sapecou:

-  Eu só faço música triste. Só falta agora eu tocar agora  e alguém sair "requebrando as cadeiras".


Leda Nagle disse que Dori é da turma do "Escutation", não do "Rebolation".

Será que é isso mesmo?

Dançar uma música é diminuí-la mesmo?

Dori tem razão?


Abs,

Eugenio

_______________________________________________
Tribuna mailing list
Tribuna <at> samba-choro.com.br
http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna




--
Pablo Mattos

<div>
<p>Pablo,<br><br>Nada do que vou dizer invalida seus argumentos.<br><br>S&oacute; ressalto que:<br><br><br>- &Eacute; evidente que a cr&iacute;tica de Dori se fundamenta na rela&ccedil;a&otilde; m&uacute;sica x Dan&ccedil;a, que muitas vezes transforma a can&ccedil;&atilde;o em instrumento de entretenimento, empobrecendo o valor musical. O que &eacute; um snetimento question&aacute;vel.<br><br>- A Bossa nova n&atilde;o &eacute; boa ou ruim por ser "dan&ccedil;&aacute;vel' ou "n&atilde;o dan&ccedil;&aacute;vel". H&aacute; belas can&ccedil;&otilde;es asociadas &agrave; Bossa Nova, que - snedo ou n&atilde;o dan&ccedil;antes - s&atilde;o boas can&ccedil;&otilde;es. "S&oacute; Tinha de Ser Com Voc&ecirc;" &eacute; uma baita can&ccedil;&atilde;o dan&ccedil;ante e um baita sucesso da bossa nova. J&aacute; "Tristeza de N&oacute;s Dois" &eacute; bela, sublime e imposs&iacute;vel de dan&ccedil;ar.<br><br>E da&iacute;?<br><br><br>Abs,<br><br><br>Eugenio<br><br><br><br><br><br><br></p>
<div class="gmail_quote">Em 1 de maio de 2010 18:11, pablo de oliveira de mattos <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:pablodeoliveirademattos <at> gmail.com">pablodeoliveirademattos@...</a>&gt;</span> escreveu:<br><blockquote class="gmail_quote">
<div>marca do que h&aacute; de mais reacion&aacute;rio no Brasil... lembrem-se de qu&ecirc; o maxixe era quase coisa do dem&ocirc;nio no in&iacute;cio do s&eacute;c. XX... No Brasil, e pra ser mais espec&iacute;fico, no samba e outras manifesta&ccedil;&otilde;es populares, a m&uacute;sica est&aacute; diretamente ligada &agrave; dan&ccedil;a... a musicalidade &eacute; experimentada atrav&eacute;s do movimento... imaginem os terreiros de samba sem o "requebro das cadeiras"? e um forr&oacute; sem o bate coxa? um terreiro de candombl&eacute; sem as giras? </div>

<div>&nbsp;</div>
<div>isso, na inha opini&atilde;o, &eacute; resqu&iacute;cio da bossa nova! algu&eacute;m aqui j&aacute; viu uma roda de bossa? ou um anivers&aacute;rio com churrasco cerveja e bossa? dif&iacute;cl n&eacute;...</div>
<div>a bossa desafricanizou o samba! adoro os bossa novistas, uns mais e outros menos, mas isso &eacute; relatado pelo guerra peixe que achava que a bossa nova seria o inseticida pra batucada desenfreada do samba! palvras dele...</div>

<div>&nbsp;</div>
<div>eles harmonizaram muito o samba, deixaram de lado as "baixarias" do 7 cordas... o pandeiro, o tamborin, o surdo... ou seja, todo o molejo africano cultivado pela galera que vivia em meio as matrizes culturais de raiz africana!</div>

<div>&nbsp;</div>
<div>m&uacute;sica pra se ouvir, requeruma certa dose de raz&atilde;o... intelectualidade, frugalidade, discernimento... a bossa nova foi feita, criada, pra ser ouvida com racionalidade... j&aacute; ouviram desafinado?? &eacute; o manifesto bossanovista musicado! </div>

<div>&nbsp;</div>
<div>m&uacute;sica pra se dan&ccedil;ar afasta o "povo", porque no brasil s&oacute; o povo que &eacute; burro ou vota mal, da raz&atilde;o! dan&ccedil;ar, requebras as cadeiras n&atilde;o requer raz&atilde;o! a n&atilde;o ser ballet... mas samba??!! </div>
<div>&nbsp;</div>
<div>as vezes algumas pessoas n&atilde;o entendem, ou n&atilde;o admitem, que a cultura popular brasileira fortemente influenciada pela matriz africana ( e que n&atilde;o nega a matriz) tenha uma rela&ccedil;&atilde;o t&atilde;o simbi&oacute;tica com o movimento corporal...&nbsp; e t&atilde;o bela!!</div>

<div>por isso na d&eacute;cada de 70/80, assim como elton medeiros afirma, as gafieiras, elitizadas, tornaram-se uma ode aos passos marcados dominio de dan&ccedil;arinos e estudiosos de "sal&atilde;o"...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>hj no democraticos, aqui no Rio, antiga gafieira, s&oacute; se dan&ccedil;a o forro cheio de piruetas e voltas...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>mas e o miudinho?? o samba no p&eacute;? a malemol&ecirc;ncia??&nbsp; ali vcs n&atilde;o encontrar&atilde;o isso... ou dificilmente...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>n&atilde;o estou naturalizado espa&ccedil;os e decendencias individuais e sim culturais, vinculadas a experiencia! e cada um pode e deve, experimentar o que quiser, aonde quiser...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>essa &eacute; a riqueza do Brasil...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>tanto o escutation como o rebolation<br><br>
</div>
<div class="gmail_quote">Em 1 de maio de 2010 17:03, Eugenio Raggi <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:eugenioarantes@..." target="_blank">eugenioarantes@...</a>&gt;</span> escreveu:<br><blockquote class="gmail_quote">
<div>
<div></div>
<div class="h5">Gente do Samba,<br><br>Na &uacute;ltima quinta, no "Sem Censura" da Leda Nagle, o Dori apresentou uma can&ccedil;&atilde;o in&eacute;dita.<br><br>A can&ccedil;&atilde;o por si s&oacute; requer mais an&aacute;lise. Sou capaz de afimrar que a m&uacute;sica nem &eacute; t&atilde;o genial assim e que Mestre Dori desafinou, mas isso &eacute; outra hist&oacute;ria. Um dos convidados comentou sobre a tristeza e beleza da letra. Outro sobre a tristeza da melodia, no que Dori sapecou:<br><br>-&nbsp; Eu s&oacute; fa&ccedil;o m&uacute;sica triste. S&oacute; falta agora eu tocar agora&nbsp; e algu&eacute;m sair "requebrando as cadeiras".<br><br><br>Leda Nagle disse que Dori &eacute; da turma do "Escutation", n&atilde;o do "Rebolation".<br><br>Ser&aacute; que &eacute; isso mesmo?<br><br>Dan&ccedil;ar uma m&uacute;sica &eacute; diminu&iacute;-la mesmo?<br><br>Dori tem raz&atilde;o?<br><br><br>Abs,<br><br>Eugenio<br><br>
</div>
</div>_______________________________________________<br>
Tribuna mailing list<br><a href="mailto:Tribuna@..." target="_blank">Tribuna <at> samba-choro.com.br</a><br><a href="http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna" target="_blank">http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna</a><br><br>
</blockquote>
</div>
<br><br clear="all"><br>-- <br>Pablo Mattos<br>
</blockquote>
</div>
<br>
</div>
André Carvalho | 1 May 23:25 2010
Picon

O Couro do Cabrito

Hoje tem a estréia da Coluna do Bigode, que será mensal. Sua primeira coluna é sobre o dia do trabalho. Há uma seleção de sambas para se ouvir lá 


--
André Carvalho
(11) 3586 8359
(11) 9605 7713
MSN: carvalhoandre-PkbjNfxxIARBDgjK7y7TUQ@public.gmane.org
www.twitter.com/carvalhoandre
Skype: carvalhopereiraandre
http://ocourodocabrito.blogspot.com/
<div>
<p>Hoje tem a estr&eacute;ia da Coluna do Bigode, que ser&aacute; mensal. Sua primeira coluna &eacute; sobre o dia do trabalho. H&aacute; uma&nbsp;sele&ccedil;&atilde;o&nbsp;de sambas para se ouvir l&aacute;&nbsp;<br clear="all"><br></p>
<div><a href="http://ocourodocabrito.blogspot.com/2010/05/versatil-sim.html">http://ocourodocabrito.blogspot.com/2010/05/versatil-sim.html</a></div>
<div>
<br>-- <br>Andr&eacute; Carvalho<br>(11) 3586 8359<br>(11) 9605 7713<br>MSN: <a href="mailto:carvalhoandre@...">carvalhoandre@...</a><br><a href="http://www.twitter.com/carvalhoandre">www.twitter.com/carvalhoandre</a><br>
Skype: carvalhopereiraandre<br><a href="http://ocourodocabrito.blogspot.com/">http://ocourodocabrito.blogspot.com/</a><br>
</div>
</div>
Picon

Re: Dori Caymmi, a música e a dança

não acho que o entretenimento seja pobre... samba é entretenimento, não? bossa nova é entretenimento, não?
 
essas discussões só me preocupam porque traz à tona muitas questões ligadas ao preconceito com a cultura popular, que muito mudou... mas ainda tem vida, como vemos nesta frase!
 
não julguei a bossa nova, ou pelo menos tentei não julgar, eu gosto de bossa nova, de alguma coisa... mas é evidente que em sua fundação esse sentimento de musica dançante = entretenimento = pobre estava presente... e difunfiu este paradigma...
 
eu adoro músicas que "não são" dançantes... e isto tb é uma coisa muito autoritária... dancem o que quiserem... o que faz da música dançante ou não é o ouvido e o corpo!
 
mas esta alcunha de música pra dançar e pra ouvir, eu acho que traz esta discussão sobre música x razão...
 
só pra facilitar... eu não concordo com o dori e nem com a leda nagle

Em 1 de maio de 2010 18:18, Eugenio Raggi <eugenioarantes <at> gmail.com> escreveu:
Pablo,

Nada do que vou dizer invalida seus argumentos.

Só ressalto que:


- É evidente que a crítica de Dori se fundamenta na relaçaõ música x Dança, que muitas vezes transforma a canção em instrumento de entretenimento, empobrecendo o valor musical. O que é um snetimento questionável.

- A Bossa nova não é boa ou ruim por ser "dançável' ou "não dançável". Há belas canções asociadas à Bossa Nova, que - snedo ou não dançantes - são boas canções. "Só Tinha de Ser Com Você" é uma baita canção dançante e um baita sucesso da bossa nova. Já "Tristeza de Nós Dois" é bela, sublime e impossível de dançar.

E daí?


Abs,


Eugenio






Em 1 de maio de 2010 18:11, pablo de oliveira de mattos <pablodeoliveirademattos-Re5JQEeQqe8AvxtiuMwx3w@public.gmane.org> escreveu:

marca do que há de mais reacionário no Brasil... lembrem-se de quê o maxixe era quase coisa do demônio no início do séc. XX... No Brasil, e pra ser mais específico, no samba e outras manifestações populares, a música está diretamente ligada à dança... a musicalidade é experimentada através do movimento... imaginem os terreiros de samba sem o "requebro das cadeiras"? e um forró sem o bate coxa? um terreiro de candomblé sem as giras?
 
isso, na inha opinião, é resquício da bossa nova! alguém aqui já viu uma roda de bossa? ou um aniversário com churrasco cerveja e bossa? difícl né...
a bossa desafricanizou o samba! adoro os bossa novistas, uns mais e outros menos, mas isso é relatado pelo guerra peixe que achava que a bossa nova seria o inseticida pra batucada desenfreada do samba! palvras dele...
 
eles harmonizaram muito o samba, deixaram de lado as "baixarias" do 7 cordas... o pandeiro, o tamborin, o surdo... ou seja, todo o molejo africano cultivado pela galera que vivia em meio as matrizes culturais de raiz africana!
 
música pra se ouvir, requeruma certa dose de razão... intelectualidade, frugalidade, discernimento... a bossa nova foi feita, criada, pra ser ouvida com racionalidade... já ouviram desafinado?? é o manifesto bossanovista musicado!
 
música pra se dançar afasta o "povo", porque no brasil só o povo que é burro ou vota mal, da razão! dançar, requebras as cadeiras não requer razão! a não ser ballet... mas samba??!!
 
as vezes algumas pessoas não entendem, ou não admitem, que a cultura popular brasileira fortemente influenciada pela matriz africana ( e que não nega a matriz) tenha uma relação tão simbiótica com o movimento corporal...  e tão bela!!
por isso na década de 70/80, assim como elton medeiros afirma, as gafieiras, elitizadas, tornaram-se uma ode aos passos marcados dominio de dançarinos e estudiosos de "salão"...
 
hj no democraticos, aqui no Rio, antiga gafieira, só se dança o forro cheio de piruetas e voltas...
 
 
mas e o miudinho?? o samba no pé? a malemolência??  ali vcs não encontrarão isso... ou dificilmente...
 
não estou naturalizado espaços e decendencias individuais e sim culturais, vinculadas a experiencia! e cada um pode e deve, experimentar o que quiser, aonde quiser...
 
essa é a riqueza do Brasil...
 
tanto o escutation como o rebolation

Em 1 de maio de 2010 17:03, Eugenio Raggi <eugenioarantes-Re5JQEeQqe8AvxtiuMwx3w@public.gmane.org> escreveu:
Gente do Samba,

Na última quinta, no "Sem Censura" da Leda Nagle, o Dori apresentou uma canção inédita.

A canção por si só requer mais análise. Sou capaz de afimrar que a música nem é tão genial assim e que Mestre Dori desafinou, mas isso é outra história. Um dos convidados comentou sobre a tristeza e beleza da letra. Outro sobre a tristeza da melodia, no que Dori sapecou:

-  Eu só faço música triste. Só falta agora eu tocar agora  e alguém sair "requebrando as cadeiras".


Leda Nagle disse que Dori é da turma do "Escutation", não do "Rebolation".

Será que é isso mesmo?

Dançar uma música é diminuí-la mesmo?

Dori tem razão?


Abs,

Eugenio

_______________________________________________
Tribuna mailing list
Tribuna-hdMxnMQYeBIXi6LuJXJ0AV/I71DsQ//L@public.gmane.org
http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna




--
Pablo Mattos




--
Pablo Mattos
<div>
<div>n&atilde;o acho que o entretenimento seja pobre... samba &eacute; entretenimento, n&atilde;o? bossa nova &eacute; entretenimento, n&atilde;o?</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>essas discuss&otilde;es s&oacute; me preocupam porque traz &agrave; tona muitas quest&otilde;es ligadas ao preconceito com a cultura popular, que muito mudou... mas ainda tem vida, como vemos nesta frase!</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>n&atilde;o julguei a bossa nova, ou pelo menos tentei n&atilde;o julgar, eu gosto de bossa nova, de alguma coisa... mas &eacute; evidente que em sua funda&ccedil;&atilde;o esse sentimento de musica dan&ccedil;ante = entretenimento = pobre estava presente... e difunfiu este paradigma...</div>

<div>&nbsp;</div>
<div>eu adoro m&uacute;sicas que "n&atilde;o s&atilde;o" dan&ccedil;antes... e isto tb &eacute; uma coisa muito autorit&aacute;ria... dancem o que quiserem... o que faz da m&uacute;sica dan&ccedil;ante ou n&atilde;o &eacute; o ouvido e o corpo!</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>mas esta alcunha de m&uacute;sica pra dan&ccedil;ar e pra ouvir, eu acho que traz esta discuss&atilde;o sobre m&uacute;sica x raz&atilde;o...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>s&oacute; pra facilitar... eu n&atilde;o concordo com o dori e nem com&nbsp;a leda nagle<br><br>
</div>
<div class="gmail_quote">Em 1 de maio de 2010 18:18, Eugenio Raggi <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:eugenioarantes@...">eugenioarantes <at> gmail.com</a>&gt;</span> escreveu:<br><blockquote class="gmail_quote">Pablo,<br><br>Nada do que vou dizer invalida seus argumentos.<br><br>S&oacute; ressalto que:<br><br><br>- &Eacute; evidente que a cr&iacute;tica de Dori se fundamenta na rela&ccedil;a&otilde; m&uacute;sica x Dan&ccedil;a, que muitas vezes transforma a can&ccedil;&atilde;o em instrumento de entretenimento, empobrecendo o valor musical. O que &eacute; um snetimento question&aacute;vel.<br><br>- A Bossa nova n&atilde;o &eacute; boa ou ruim por ser "dan&ccedil;&aacute;vel' ou "n&atilde;o dan&ccedil;&aacute;vel". H&aacute; belas can&ccedil;&otilde;es asociadas &agrave; Bossa Nova, que - snedo ou n&atilde;o dan&ccedil;antes - s&atilde;o boas can&ccedil;&otilde;es. "S&oacute; Tinha de Ser Com Voc&ecirc;" &eacute; uma baita can&ccedil;&atilde;o dan&ccedil;ante e um baita sucesso da bossa nova. J&aacute; "Tristeza de N&oacute;s Dois" &eacute; bela, sublime e imposs&iacute;vel de dan&ccedil;ar.<br><br>E da&iacute;?<br><br><br>Abs,<br><br><br>Eugenio<br><br><br><br><br><br><br><div class="gmail_quote">Em 1 de maio de 2010 18:11, pablo de oliveira de mattos <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:pablodeoliveirademattos <at> gmail.com" target="_blank">pablodeoliveirademattos@...</a>&gt;</span> escreveu: 
<div>
<div></div>
<div class="h5">
<br><blockquote class="gmail_quote">
<div>marca do que h&aacute; de mais reacion&aacute;rio no Brasil... lembrem-se de qu&ecirc; o maxixe era quase coisa do dem&ocirc;nio no in&iacute;cio do s&eacute;c. XX... No Brasil, e pra ser mais espec&iacute;fico, no samba e outras manifesta&ccedil;&otilde;es populares, a m&uacute;sica est&aacute; diretamente ligada &agrave; dan&ccedil;a... a musicalidade &eacute; experimentada atrav&eacute;s do movimento... imaginem os terreiros de samba sem o "requebro das cadeiras"? e um forr&oacute; sem o bate coxa? um terreiro de candombl&eacute; sem as giras? </div>

<div>&nbsp;</div>
<div>isso, na inha opini&atilde;o, &eacute; resqu&iacute;cio da bossa nova! algu&eacute;m aqui j&aacute; viu uma roda de bossa? ou um anivers&aacute;rio com churrasco cerveja e bossa? dif&iacute;cl n&eacute;...</div>
<div>a bossa desafricanizou o samba! adoro os bossa novistas, uns mais e outros menos, mas isso &eacute; relatado pelo guerra peixe que achava que a bossa nova seria o inseticida pra batucada desenfreada do samba! palvras dele...</div>

<div>&nbsp;</div>
<div>eles harmonizaram muito o samba, deixaram de lado as "baixarias" do 7 cordas... o pandeiro, o tamborin, o surdo... ou seja, todo o molejo africano cultivado pela galera que vivia em meio as matrizes culturais de raiz africana!</div>

<div>&nbsp;</div>
<div>m&uacute;sica pra se ouvir, requeruma certa dose de raz&atilde;o... intelectualidade, frugalidade, discernimento... a bossa nova foi feita, criada, pra ser ouvida com racionalidade... j&aacute; ouviram desafinado?? &eacute; o manifesto bossanovista musicado! </div>

<div>&nbsp;</div>
<div>m&uacute;sica pra se dan&ccedil;ar afasta o "povo", porque no brasil s&oacute; o povo que &eacute; burro ou vota mal, da raz&atilde;o! dan&ccedil;ar, requebras as cadeiras n&atilde;o requer raz&atilde;o! a n&atilde;o ser ballet... mas samba??!! </div>
<div>&nbsp;</div>
<div>as vezes algumas pessoas n&atilde;o entendem, ou n&atilde;o admitem, que a cultura popular brasileira fortemente influenciada pela matriz africana ( e que n&atilde;o nega a matriz) tenha uma rela&ccedil;&atilde;o t&atilde;o simbi&oacute;tica com o movimento corporal...&nbsp; e t&atilde;o bela!!</div>

<div>por isso na d&eacute;cada de 70/80, assim como elton medeiros afirma, as gafieiras, elitizadas, tornaram-se uma ode aos passos marcados dominio de dan&ccedil;arinos e estudiosos de "sal&atilde;o"...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>hj no democraticos, aqui no Rio, antiga gafieira, s&oacute; se dan&ccedil;a o forro cheio de piruetas e voltas...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>mas e o miudinho?? o samba no p&eacute;? a malemol&ecirc;ncia??&nbsp; ali vcs n&atilde;o encontrar&atilde;o isso... ou dificilmente...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>n&atilde;o estou naturalizado espa&ccedil;os e decendencias individuais e sim culturais, vinculadas a experiencia! e cada um pode e deve, experimentar o que quiser, aonde quiser...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>essa &eacute; a riqueza do Brasil...</div>
<div>&nbsp;</div>
<div>tanto o escutation como o rebolation<br><br>
</div>
<div class="gmail_quote">Em 1 de maio de 2010 17:03, Eugenio Raggi <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:eugenioarantes@..." target="_blank">eugenioarantes@...</a>&gt;</span> escreveu:<br><blockquote class="gmail_quote">
<div>
<div></div>
<div>Gente do Samba,<br><br>Na &uacute;ltima quinta, no "Sem Censura" da Leda Nagle, o Dori apresentou uma can&ccedil;&atilde;o in&eacute;dita.<br><br>A can&ccedil;&atilde;o por si s&oacute; requer mais an&aacute;lise. Sou capaz de afimrar que a m&uacute;sica nem &eacute; t&atilde;o genial assim e que Mestre Dori desafinou, mas isso &eacute; outra hist&oacute;ria. Um dos convidados comentou sobre a tristeza e beleza da letra. Outro sobre a tristeza da melodia, no que Dori sapecou:<br><br>-&nbsp; Eu s&oacute; fa&ccedil;o m&uacute;sica triste. S&oacute; falta agora eu tocar agora&nbsp; e algu&eacute;m sair "requebrando as cadeiras".<br><br><br>Leda Nagle disse que Dori &eacute; da turma do "Escutation", n&atilde;o do "Rebolation".<br><br>Ser&aacute; que &eacute; isso mesmo?<br><br>Dan&ccedil;ar uma m&uacute;sica &eacute; diminu&iacute;-la mesmo?<br><br>Dori tem raz&atilde;o?<br><br><br>Abs,<br><br>Eugenio<br><br>
</div>
</div>_______________________________________________<br>
Tribuna mailing list<br><a href="mailto:Tribuna@..." target="_blank">Tribuna@...</a><br><a href="http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna" target="_blank">http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna</a><br><br>
</blockquote>
</div>
<br><br clear="all"><br>-- <br>Pablo Mattos<br>
</blockquote>
</div>
</div>
</div>
<br>
</blockquote>
</div>
<br><br clear="all"><br>-- <br>Pablo Mattos<br>
</div>
Phadha Phada | 3 May 18:28 2010
Picon

Re: GALOCANTÔ - Lirismo do Rio - Download

Alguem sabe se   grupo liberou a baixa do CD ?
To perguntando porque, so' baixo musica caso o artista concorde com esse tipo de distribuicao gratuita.


att
Fabio Padilha(gangaz)




2010/5/1 Eugenio Raggi <eugenioarantes-Re5JQEeQqe8AvxtiuMwx3w@public.gmane.org>
Moçada do Samba,

Aqui um link excelente ( 10 de áudio) do novo CD do GalocantÔ:

Ouçam, elogie, critiquem, comentem.

http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html

Abs,

Eugenio

_______________________________________________
Tribuna mailing list
Tribuna-hdMxnMQYeBIXi6LuJXJ0AV/I71DsQ//L@public.gmane.org
http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna


<div>
<p>Alguem sabe se&nbsp;&nbsp; grupo liberou a baixa do CD ?<br>To perguntando porque, so' baixo musica caso o artista concorde com esse tipo de distribuicao gratuita.<br><br><br>att<br>Fabio Padilha(gangaz)<br><br><br><br><br></p>
<div class="gmail_quote">
2010/5/1 Eugenio Raggi <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:eugenioarantes@...">eugenioarantes@...</a>&gt;</span><br><blockquote class="gmail_quote">
Mo&ccedil;ada do Samba,<br><br>Aqui um link excelente ( 10 de &aacute;udio) do novo CD do Galocant&Ocirc;:<br><br>Ou&ccedil;am, elogie, critiquem, comentem.<br><br><a href="http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html" target="_blank">http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html</a><br><br>Abs,<br><br>Eugenio<br><br>_______________________________________________<br>
Tribuna mailing list<br><a href="mailto:Tribuna@...">Tribuna@...</a><br><a href="http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna" target="_blank">http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna</a><br><br>
</blockquote>
</div>
<br>
</div>
Eugenio Raggi | 3 May 18:47 2010
Picon

Re: GALOCANTÔ - Lirismo do Rio - Download

Curiosa essa postura. Explico por que:


1) Nem mesmo mega blockbusters, para citar alguém do samba, como o Revelação, por exemplo, consegue receitas consideráveis com venda de CD e DVD. O retorno financeiro vem mesmo de shows e apresentações. Portanto, quanto mais conhecido é o artista ou grupo, maior o retorno financeiro de seus shows.

2) Considerar a proteção capitalista para os fonogramas digitais é um anacronismo. Quem ouve fonogramas está ouvindo uma cópia digital, não cabe a ele financiar a arte. Pelo contrário....Ele é um divulgador dessa arte, desse artista, desses compositores. Da mesma forma que ele não paga para ver novelas, desenhos animados ou para ver seu artista preferido tocando no rádio ou na TV.

3) A única arte que deve ser realmente paga é a arte diferenciada, aquela que o público em geral decidiu que gostariua de possuí-la de forma diferenciada. Cito como exemplo o Cd acompanhado de um livreto magnficamente ilustrado, um DVD acompanhado de promos, como embalagem luxo, bonecos ou algo que caracterize uma edição especial. O show, como opção de ver o artista tocando especialmente para ele, também deve ser financiado pelo apreciador de cultura. O fonograma digital JAMAIS, segundo os princípios do copyleft, pode ser considerado pirataria ou desrespeito ao artista.

4) Não conversei com o pessoal do Galocantô sobre aliberação ou não de sua obra. Simplesmente pq não considero o download de fonogramas violação de coisa alguma. Arte gravada foi feita pra ser multiplicada, não pra financiar a arte, mas para divulgá-la.

5) Quando divulgo o link de um artista relativamente desconhecdi como o Galocantô faço com a intenção de ajudá-los. Se eles, de alguma forma, querem ganhar dinheiro com cópia de música eu lamentaria profundamente.

Abs,

Eugenio






Em 3 de maio de 2010 13:28, Phadha Phada <gangazpadilha-Re5JQEeQqe8AvxtiuMwx3w@public.gmane.org> escreveu:
Alguem sabe se   grupo liberou a baixa do CD ?
To perguntando porque, so' baixo musica caso o artista concorde com esse tipo de distribuicao gratuita.


att
Fabio Padilha(gangaz)




2010/5/1 Eugenio Raggi <eugenioarantes-Re5JQEeQqe8AvxtiuMwx3w@public.gmane.org>
Moçada do Samba,

Aqui um link excelente ( 10 de áudio) do novo CD do GalocantÔ:

Ouçam, elogie, critiquem, comentem.

http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html

Abs,

Eugenio

_______________________________________________
Tribuna mailing list
Tribuna <at> samba-choro.com.br
http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna



<div>
<p>Curiosa essa postura. Explico por que:<br><br><br>1) Nem mesmo mega blockbusters, para citar algu&eacute;m do samba, como o Revela&ccedil;&atilde;o, por exemplo, consegue receitas consider&aacute;veis com venda de CD e DVD. O retorno financeiro vem mesmo de shows e apresenta&ccedil;&otilde;es. Portanto, quanto mais conhecido &eacute; o artista ou grupo, maior o retorno financeiro de seus shows.<br><br>2) Considerar a prote&ccedil;&atilde;o capitalista para os fonogramas digitais &eacute; um anacronismo. Quem ouve fonogramas est&aacute; ouvindo uma c&oacute;pia digital, n&atilde;o cabe a ele financiar a arte. Pelo contr&aacute;rio....Ele &eacute; um divulgador dessa arte, desse artista, desses compositores. Da mesma forma que ele n&atilde;o paga para ver novelas, desenhos animados ou para ver seu artista preferido tocando no r&aacute;dio ou na TV. <br><br>3) A &uacute;nica arte que deve ser realmente paga &eacute; a arte diferenciada, aquela que o p&uacute;blico em geral decidiu que gostariua de possu&iacute;-la de forma diferenciada. Cito como exemplo o Cd acompanhado de um livreto magnficamente ilustrado, um DVD acompanhado de promos, como embalagem luxo, bonecos ou algo que caracterize uma edi&ccedil;&atilde;o especial. O show, como op&ccedil;&atilde;o de ver o artista tocando especialmente para ele, tamb&eacute;m deve ser financiado pelo apreciador de cultura. O fonograma digital JAMAIS, segundo os princ&iacute;pios do copyleft, pode ser considerado pirataria ou desrespeito ao artista.<br><br>4) N&atilde;o conversei com o pessoal do Galocant&ocirc; sobre alibera&ccedil;&atilde;o ou n&atilde;o de sua obra. Simplesmente pq n&atilde;o considero o download de fonogramas viola&ccedil;&atilde;o de coisa alguma. Arte gravada foi feita pra ser multiplicada, n&atilde;o pra financiar a arte, mas para divulg&aacute;-la.<br><br>5) Quando divulgo o link de um artista relativamente desconhecdi como o Galocant&ocirc; fa&ccedil;o com a inten&ccedil;&atilde;o de ajud&aacute;-los. Se eles, de alguma forma, querem ganhar dinheiro com c&oacute;pia de m&uacute;sica eu lamentaria profundamente.<br><br>Abs,<br><br>Eugenio<br><br><br><br><br><br><br></p>
<div class="gmail_quote">Em 3 de maio de 2010 13:28, Phadha Phada <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:gangazpadilha@...">gangazpadilha@...</a>&gt;</span> escreveu:<br><blockquote class="gmail_quote">Alguem sabe se&nbsp;&nbsp; grupo liberou a baixa do CD ?<br>To perguntando porque, so' baixo musica caso o artista concorde com esse tipo de distribuicao gratuita.<br><br><br>att<br>Fabio Padilha(gangaz)<br><br><br><br><br><div class="gmail_quote">
2010/5/1 Eugenio Raggi <span dir="ltr">&lt;<a href="mailto:eugenioarantes@..." target="_blank">eugenioarantes@...</a>&gt;</span><br><blockquote class="gmail_quote">
<div>
<div></div>
<div class="h5">
Mo&ccedil;ada do Samba,<br><br>Aqui um link excelente ( 10 de &aacute;udio) do novo CD do Galocant&Ocirc;:<br><br>Ou&ccedil;am, elogie, critiquem, comentem.<br><br><a href="http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html" target="_blank">http://rapidshare.com/files/375251804/UQT2009_Galocanto-LirismoDoRio.rar.html</a><br><br>Abs,<br><br>Eugenio<br><br>
</div>
</div>_______________________________________________<br>
Tribuna mailing list<br><a href="mailto:Tribuna@..." target="_blank">Tribuna <at> samba-choro.com.br</a><br><a href="http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna" target="_blank">http://www.samba-choro.com.br/cgi-bin/mailman/listinfo/tribuna</a><br><br>
</blockquote>
</div>
<br>
</blockquote>
</div>
<br>
</div>
André Carvalho | 3 May 21:23 2010
Picon

O Couro do Cabrito

Clara Nunes. Existirá tão cedo uma diva como ela no samba?


vejam:

<div>
<p>Clara Nunes. Existir&aacute; t&atilde;o cedo uma diva como ela no samba?</p>
<div><br></div>
<div>vejam:</div>
<div><br></div>
<div>
<a href="http://ocourodocabrito.blogspot.com/2010/05/conjunto-nosso-samba-e-clara-nunes.html">http://ocourodocabrito.blogspot.com/2010/05/conjunto-nosso-samba-e-clara-nunes.html</a><br>
-- <br>Andr&eacute; Carvalho<br>(11) 3586 8359<br>(11) 9605 7713<br>MSN: <a href="mailto:carvalhoandre@...">carvalhoandre@...</a><br><a href="http://www.twitter.com/carvalhoandre">www.twitter.com/carvalhoandre</a><br>
Skype: carvalhopereiraandre<br><a href="http://ocourodocabrito.blogspot.com/">http://ocourodocabrito.blogspot.com/</a><br>
</div>
</div>

Gmane